Cerca de duas toneladas de material reciclável são retirados durante o “Mutirão de Limpeza nas Lagoas do Guandu”.

Integrantes da Associação de Pescadores do Guandu , com apoio logístico da Prefeitura de Nova Iguaçu, incluindo o uso do barco da Guarda Ambiental, órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente, retiraram cerca de duas toneladas de material reciclável, durante 15 dias de ação do “Mutirão de Limpeza nas Lagoas do Guandu”. A limpeza aconteceu na Área de Proteção Ambiental (APA Guandu Açu). O material foi encaminhado para reciclagem com a renda revertida para os próprios pescadores. 

“É importante destacar a importância ambiental da região, onde fica a maior estação de tratamento de água do mundo – a ETA Guandu. Esse foi o encerramento da primeira etapa e vamos fazer outras ações”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Fernando Cid.

Durante 15 dias, foram retirados da lagoa, garrafas pets e de vidro, carcaça de televisão, lâmpadas, sacos plásticos e até capacetes usados por motociclistas.  

A ação foi organizada pela Prefeitura de Nova Iguaçu em parceria com a Associação de Pescadores da região. 

Também conhecido como Pantanal Iguaçuano, o local da ação faz parte da área de proteção ambiental APA Guandu Açu, com 840 hectares, sendo que cerca de 40% é formado por um grande espelho d’água da junção das águas dos rios Guandu, Ipiranga, Cabuçu e Rio São Pedro.