Nova Iguaçu suspende visitas e estabelece regras para acompanhantes em unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Iguaçu precisou adotar medidas restritivas para conter o aumento do número de casos da Covid-19. As visitas estão temporariamente suspensas em todas as unidades de saúde. Além disso, não será permitida a troca ou revezamento de acompanhantes pelo período de sete dias. As medidas já estão valendo para toda a rede de saúde do município, como o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), a Maternidade Mariana Bulhões, Unidades de Pronto Atendimento (Upas 24h), Clínicas da Família e UBS.

Apesar das restrições, há possibilidade de visitas em casos específicos, como os de pacientes graves ou com incapacidade motora, psicológica ou intelectual. Caberá a própria unidade autorizar a visitação por até duas vezes na semana, desde que a pessoa cumpra todas as medidas de segurança necessárias para evitar a contaminação e propagação do coronavírus. Já os acompanhantes precisam ter esquema vacinal completo (duas doses, mais a dose de reforço ou dose única), apresentar cartão de vacinação e preencher uma declaração dizendo que se encontra assintomático no momento de acesso à unidade.

“Estamos tomando medidas temporárias para conter a propagação do vírus, proteger pacientes e seus familiares e também nosso quadro de profissionais da saúde, que seguem na linha de frente cuidando e atendendo nossa população”, explica o secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Nobre.