Agentes de Ordem Pública recebem capacitação

Agentes de Ordem Pública da Prefeitura de Nova Iguaçu passaram nesta quarta-feira (17) por um curso de capacitação sobre técnicas de abordagem. O objetivo foi capacitar os agentes e fiscais sobre formas de agir com diálogo, para reduzir o risco de gerar conflitos com os vendedores ambulantes. Com o tema ‘Abordagem e Aproximação Pública’, o curso foi ministrado no Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (Previni). Cerca de 20 servidores assistiram às aulas. Outros 22 serão capacitados nesta quinta-feira (18).
“Contamos um pouco da história de Nova Iguaçu, que é uma cidade mãe da Baixada. Mostramos nossa extensão territorial, nossas belezas, para que os agentes conheçam a região onde trabalham. O foco é a forma do tratamento com o público. Eles representam a Prefeitura nas ruas. Isso engloba o comportamento e a ética de como tratar o cidadão que precisa de ajuda. O diálogo deve vir sempre em primeiro lugar”, explicou a gestora da Escola de Governo da prefeitura, Rojane Calife Jubram, que ministrou a capacitação.
Segundo Rojane a proposta do curso é preventiva para evitar conflitos nas ruas. “Visamos conscientizá-los a pensar um pouco mais em sua atuação, nas consequências de seus atos. É só perguntarem pra si mesmo como gostariam de ser tratados e abordados. São noções de cidadania e urbanidade, como por exemplo, ele pode ajudar uma senhora a atravessar a rua”, explicou.
Agente de Ordem Urbana há três meses, Victor Peixoto Silveira, 29, contou que o curso vai contribuir para o ordenamento da cidade.
“Nosso contato é diretamente com o público e é importante saber abordar e orientar os ambulantes sobre os locais corretos e demarcá-los. Está faltando emprego no país e o comércio informal têm crescido. Ele pode trabalhar, mas de uma forma segura e ordenada, mostrando que a cidade pode gerar emprego”, disse Victor.