Prefeitura de Nova Iguaçu adere às atividades interativas para ampliar aprendizado dos alunos da rede municipal

Para dar continuidade aos estudos dos alunos da rede municipal em tempo de pandemia da Covid-19, o primeiro passo dado pela Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu (SEMED) foram as atividades onlines em parceria com a Escola Mais. Elas foram disponibilizadas para que os estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental 2 possam fazer exercícios organizados e sequenciados do roteiro de estudos, além de assistir aulas ao vivo. Agora, as novidades são duas plataformas interativas: a Conecturma, para crianças do segundo ao quinto ano do Ensino Fundamental, e o Escribo Play, para estudantes em fase de alfabetização.

A Conecturma é uma plataforma que ensina Matemática, Língua Portuguesa e outras habilidades socioemocionais para crianças do segundo ao quinto ano do Ensino Fundamental. Com desenhos animados, músicas, histórias e joguinhos os alunos aprendem brincando, com conteúdos e personagens que têm a cara do Brasil, folclore, regiões do país, fauna e flora brasileiras. O acesso é livre, sem necessidade de cadastro. Essa ferramenta virtual foi lançada na rede municipal das escolas no dia 5 de maio e já está sendo largamente utilizada.

“Durante esse período de isolamento social, tivemos acesso à versão compacta e gratuita para todos do Conecturma. Essa parceria nos permite não só utilizar muito essa plataforma, como adotá-la como um dos caminhos possíveis para enfrentar esse período difícil que estamos vivenciando e, até mesmo, pós-pandemia”, analisa Maria Virgínia Andrade, secretária municipal de Educação de Nova Iguaçu.

Já o Escribo Play é um aplicativo para ser baixado pelo celular, voltado para estudantes em fase de alfabetização (primeiro ano), com jogos pedagógicos direcionados para leitura e escrita, no qual as crianças aprendem se divertindo também. São mais de 350 joguinhos didáticos que contemplam as áreas de linguagem, matemática e ciências. Nessa plataforma há necessidade de cadastro, que é bem simples apenas com login e senha. Esse projeto ainda não foi lançado nas escolas, mas tem previsão de ser implementado em breve.

Como a Conecturma e o Escribo Play são atividades escolares complementares para o aprendizado do aluno e não contam como aulas, a carga horária dessas ferramentas interativas não está sendo contabilizada. “Apesar de os estudantes estarem sendo atendidos remotamente, a carga horária dessas atividades não é contabilizada dentro da exigência do ano letivo”, finaliza a secretária Maria Virgínia.