População em situação de rua de Nova Iguaçu será atendida na Vila Olímpica da cidade

Como medida para combater a propagação do coronavírus Covid19, a Secretaria de Assistência Social (SEMAS) da Prefeitura de Nova Iguaçu vai transferir, extraordinariamente, a partir desta terça feira (24), o atendimento à população em situação de rua do Centro de Referência Especial para Pessoa em Situação de Rua (Centro Pop), na Rua República Árabe da Síria, para a Vila Olímpica da cidade. Diariamente, cerca de 200 pessoas são atendidas pelo serviço.

“Todas essas medidas e esforços estão sendo realizados numa tentativa de retardar a propagação do vírus, sem deixar de atender a população em situação de rua”, afirmou a superintendente da Proteção Social Especial, Samantha Nazareth.

A Superintendência de Proteção Social Especial, órgão ligado à SEMAS, ainda suspendeu encontros, atividades grupais e reuniões para evitar aglomerações. Além disso, foi intensificado os cuidados com a higienização dos equipamentos, principalmente em áreas comuns, mesas, maçanetas, portas, banheiros, entre outros. Outra medida tomada foi a adequação do horário de funcionamento do espaço, que agora será das 8h30 às 10h30 e das 14h às 15h30. Antes, o local funcionava de 8h às 17h. Com isso, será mantido o café da manhã e da tarde, além do almoço, que continua sendo servido na Casa da Solidariedade, que fica próximo à Vila Olímpica.

Funcionários pertencentes ao grupo de risco, como idosos e gestantes, foram dispensados do serviço como medida de prevenção.

Outra medida tomada pela Secretaria de Assistência Social para evitar aglomeração no atendimento na sede e nas dez unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) foi a criação do Plantão Social. Pelo telefones (21) 2667-5796 e 2668-4517 será possível agendar os principais serviços prestados pela Semas. No primeiro dia de funcionamento, na segunda-feira (23), foram registrados 15 atendimentos, como agendamentos e dúvidas sobre cadastro único e cadastro no Sistema Nacional de Empregos.