Hospital Geral de Nova Iguaçu convoca população para doar sangue; estoque de O+ está em nível crítico

O número de doações de sangue caiu cerca de 40% no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) nas últimas semanas e o estoque voltou a atingir níveis abaixo do ideal. Apesar de todos os tipos sanguíneos serem necessários, é urgente que pessoas do grupo O+, que é um dos mais utilizados pela unidade, façam sua doação. O banco de sangue funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h30 e fica localizado próximo à recepção geral.

O HGNI tem capacidade para receber 40 doadores por dia. A meta do hemonúcleo é atingir média de 600 bolsas de sangue coletadas por mês. Devido ao baixo número de doações, o diretor-geral, Joé Sestello, fez um apelo para que a população doe sangue.

“Somos um hospital de emergência de portas abertas que atende a Baixada Fluminense. Precisamos que as doações de sangue sejam feitas regularmente para que nosso estoque esteja abastecido e pronto para atender o paciente que precisa. Contamos mais uma vez com a solidariedade e o apoio da população”.

Uma das grandes necessidades é a doação de sangue do grupo sanguíneo O+, que pode ser utilizado para transfusão em pessoas do tipo A+, B+, AB+ e o próprio O+. De acordo com o médico hematologista do HGNI e coordenador do banco de sangue, Achilles Menezes, este tipo de demanda preocupa.

“Estamos com o estoque baixo de todos os grupos, mas o que me chama a atenção é o O+, que é nossa maior necessidade. Convoco os doadores e aqueles que possam ser doadores, acima de 16 anos, com autorização dos pais, até os 69, para vir doar sangue”, destaca.

O rubro-negro Denilson dos Santos Ribeiro, de 39 anos, aproveitou a segunda-feira (15) para ir ao HGNI doar sangue pela primeira vez. Embalado pela vitória do Flamengo por 5 a 0 sobre o Athlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (14), ele conta que sempre teve vontade de ajudar quem precisa através deste gesto solidário.

“Minha grande motivação é de ajudar as pessoas que estão precisando de transfusão. É um sentimento maravilhoso saber que estou podendo ajudar alguém. Pretendo voltar a doar sangue outras vezes”, conta ele.

Eduardo Silva do Nascimento, de 45 anos, também compareceu ao HGNI nesta segunda-feira (15) para doar sangue para a tia de um amigo, que está internada. Ele conta que há mais de 20 anos pratica este gesto de solidariedade com o próximo.

“Doar sangue é doar vida. Eu acredito que se doarmos um pedacinho da gente para outra pessoa, essa pessoa vai se tornar feliz. Essa é a minha motivação para doar sangue. Pretendo chamar mais pessoas para vir aqui doar”, ressalta.

Quem pode doar

Podem doar sangue pessoas dos 16 aos 69 anos, sendo que os maiores de 60 devem ser doadores com regularidade. É necessário estar bem de saúde e pesar mais de 50 kg. Não é preciso estar em jejum. Basta evitar alimentos gordurosos nas últimas quatro horas e não ingerir bebida alcoólica no dia anterior.Todo processo leva cerca de 15 minutos para coletar uma bolsa de 450 ml, que pode ajudar a salvar até quatro vidas. O Hospital Geral de Nova Iguaçu fica na Avenida Henrique Duque Estrada Meyer, 953, Posse.