Praça do Skate é reaberta em Nova Iguaçu, com destaque para brinquedos inclusivos. Pista de skate segue em reforma

Uma das áreas de lazer mais icônicas de Nova Iguaçu está, novamente, de portas abertas à população. A Prefeitura reabriu, nesta semana, a Praça Ricardo Xavier da Silveira, localizada no Centro e popularmente conhecida como Praça do Skate. O espaço, com aproximadamente 5.600 metros quadrados e que vai funcionar diariamente de 6h às 23h, foi totalmente revitalizado e conta agora com atrativos também para pessoas com deficiência. Já a pista de skate segue fechada para reforma e deve ser entregue ainda este ano.

A praça ganhou uma Academia da Terceira Idade, bicicletários, novos bancos e alambrados para as quadras poliesportiva e de vôlei de areia, mesas de ping pong e futmesa, além de um novo parquinho para as crianças. O playground, inclusive, conta com brinquedos adaptados para pessoas com deficiência. E foram justamente os brinquedos inclusivos que chamaram a atenção de Joyce Kelly Salvador, de 28 anos, e da filha Agatha, de 9.

Moradora de Duque de Caxias, elas estiveram em Nova Iguaçu para um evento no fim de semana e ficaram hospedadas em um apart hotel próximo à Praça do Skate. Antes do check-out, porém, fizeram questão de conhecer o espaço. “Assim que chegamos na praça, percebi que aqui tem acessibilidade. Fiquei ainda mais encantada quando levei minha filha ao parquinho e vi que há brinquedos para crianças com deficiência. É muito importante que elas possam frequentar a praça e interagir com outras crianças”, destacou Joyce. “Perto da minha casa tem uma praça boa, mas sem esta acessibilidade e brinquedos inclusivos”, acrescentou.

Das areias da praça para a seleção brasileira

Na última segunda-feira (1º), Isabella Letícia Nunes Rocha foi à Praça do Skate acompanhar o treinamento de uma das turmas de Carlão Silva, ex-jogador de vôlei que mantém um projeto social na praça há 20 anos e já ensinou o esporte a mais de duas mil crianças e adolescentes. Isabella, que naquele dia se apresentou à seleção brasileira Sub-19 para uma sequência de treinamentos em Saquarema, arrumou uma brecha na agenda para visitar a quadra onde deu seus primeiros passos no vôlei.

“Esta praça tem uma grande importância na minha vida. Comecei a praticar o vôlei nesta quadra quando tinha 7 anos e ainda hoje, sempre que possível, venho treinar com o Carlão”, disse a jovem de 17 anos.

Embora ainda não tenha atingido a maioridade, a ponteira já é atleta profissional. Ela disputou a última Superliga Feminina pelo Fluminense e se prepara para defender o São Caetano na próxima temporada. Enquanto isso, o jovem talento lapidado por Carlão Silva nas areias da Praça do Skate treina com a seleção sub-19, que irá disputar o Campeonato Sul-Americano da categoria, em setembro. Mas as ambições de Isabella são ainda maiores.

“Meu objetivo principal é participar de uma Olimpíadas e conquistar a medalha de ouro”, revela a atleta, reconhecendo a importância do passado não tão distante na quadra de areia da praça iguaçuana para que no futuro ela possa ser internacionalmente conhecida pelo talento nas quadras mundo afora.