Defesa Civil de Nova Iguaçu recebe reconhecimento em projetos

A Defesa Civil de Nova Iguaçu teve, nesta quinta-feira (23), quatro de seus projetos reconhecidos pela Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional para fazer parte do Banco de Boas Práticas em Ações de Proteção e Defesa Civil.

Foram escolhidos o de capacitação em Proteção e Defesa Civil, com o projeto “Centro de Treinamento para Emergência e Desastres (CETRED)”, que já preparou mais de 1.090 voluntários em mais de 52 cursos, desde de 2017. O outro é Defesa Civil na Escola, com “Escolas Seguras: Desenvolvendo a Resiliência através da Educação (ESDRAE)”, desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Ele é responsável pelo treinamento de 11.279 pessoas, entre professores, alunos e funcionários das escolas municipais.

Os outros dois projetos reconhecidos são Gestão Sistêmica, com o “Podcast da Defesa Civil”, criado recentemente, que já tem audiência de ouvintes no Brasil e no exterior, e Iniciativa para as comunidades, com “Comunidades Resilientes”, que analisa áreas de risco, orienta moradores e implementa medidas preventivas de proteção.

Dos cinco municípios do Estado do Rio de Janeiro que submeteram seus projetos, Nova Iguaçu foi o que obteve a maior quantidade de reconhecimentos. A iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Regional tem como objetivo reconhecer, estimular e divulgar as iniciativas realizadas pelos Órgãos de Proteção e Defesa Civil de todos os níveis da federação (estadual, municipal e distrital) que promovem resultados consistentes, satisfatórios, inovadores e com possível replicabilidade.

“Ter todos esses projetos reconhecidos é motivo de orgulho, e é um forte indicador de que estamos no caminho certo nessa difícil área de Proteção e Defesa Civil”, afirmou o secretário de Defesa Civil de Nova Iguaçu, coronel Jorge Ribeiro Lopes.

Segundo as regras do Ministério, os Projetos submetidos deveriam apresentar resultados consistentes nas categorias alerta e monitoramento; capacitação e proteção em Defesa Civil; Defesa Civil na Escola; Gestão Sistêmica; Iniciativa para as comunidades; Mapeamento de áreas de risco de desastres; Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil (Nupdec) e Plano de Contingência (Pancon).

A análise feita por especialistas da Secretaria Nacional de Defesa Civil, levou em consideração os critérios de relevância dos resultados, grau de efetividade das ações, efeito multiplicador, baixo custo de implementação, grau de inovação, participação de outros órgãos do Sistema de Defesa Civil e o reconhecimento das atividades como boa prática.

 

*Foto feita antes da pandemia