Prefeitura de Nova Iguaçu oferece assistência aos moradores de Tinguá afetados por temporal desta terça-feira (22)

Equipes das secretarias de Defesa Civil, Assistência Social e Serviços Públicos de Nova Iguaçu finalizaram o atendimento a população de Tinguá atingida pelo temporal na última terça-feira (22). Apenas uma família (4 pessoas) está desalojada e foi para casa de parentes, outras 50 famílias (143 pessoas) foram afetadas com danos materiais, por causa do transbordo do Rio Boa Esperança. Nesta quarta-feira (23), as famílias receberam doação de cestas básicas, kits de limpeza e de cama, como colchões e lençóis, água, além de suporte para retirada de documentação e cadastro em benefícios. O município permanece em estágio de atenção.

O maior acumulado pluviométrico foi na região de Tinguá (57,8 mm em 1h, por volta das 15h do dia 22/12). Ao todo, 51 solicitações foram registradas, sendo um desabamento de muro na Palhada, a inundação pelo transbordo do Rio Boa Esperança 46 casas alagadas em Tinguá e quatro alagamentos em Austin e Parque Estoril. Outros bairros como Km32 e Cabuçu também foram afetados pela chuva.

Residente na Rua A, em Tinguá, a dona de casa Flávia Silva, de 45 anos, foi uma das moradoras que perdeu quase tudo no temporal. Ela recebeu um kit limpeza e cesta básica das mãos de agentes da Secretaria de Assistência Social.

“Perdi até comida nesta chuva, que invadiu minha casa e destruiu vários móveis. Nunca vi chover tanto assim aqui na região. Essa cesta vai me ajudar nesta hora difícil até reconstruir tudo que perdi”, comentou.

Já o pedreiro Rogério Ferreira da Silva, de 51, morador da Rua Boa Esperança, perdeu mais que móveis e alimentos. Ele ficou sem seu principal documento.

“Perdi minha identidade neste temporal. Vou ter que tirar uma segunda via e já me cadastrei para ter a gratuidade”, garantiu.

A previsão do tempo para a noite desta quarta-feira (23) e madrugada de quinta (24) é de chuva fraca a moderada a qualquer momento do dia. Em caso de alteração ou emergência, a população deve entrar em contato imediatamente com a Defesa Civil através do telefone 199 ou 3779-0660.