Prefeitura de Nova Iguaçu organiza filas e garante fluidez na área externa da Caixa Econômica Federal

Com o objetivo de manter a distância segura entre as pessoas que aguardam na fila para atendimento na agência da Caixa Econômica Federal, a Prefeitura de Nova Iguaçu fez marcações no chão da Avenida Marechal Floriano Peixoto. O primeiro dia de ação aconteceu nesta segunda-feira (1) quando os beneficiários da segunda parcela do auxílio emergencial, distribuído pelo Governo Federal, estiveram no banco. O balanço, segundo a Secretaria Municipal de Segurança Pública (SEMSEG), foi positivo, pois as filas foram organizadas, não permitindo aglomeração e dando agilidade ao atendimento.

Agentes da Secretaria de Segurança Pública estiveram no local para ordenar o movimento. Também foram colocadas cadeiras em frente à agência para atender as pessoas que têm prioridades, como idosos, gestantes, pessoas com crianças de colo e deficientes (PCD). A Travessa Ernestina, que já foi fechada em outras ocasiões para que uma fila fosse organizada, também recebeu a marcação no chão, mas desta vez, não chegou a ser interditada.

“O balanço foi muito positivo, pois com as marcações, as pessoas podiam ver onde deveriam ficar e em que distância permanecer uma das outras, reduzindo o risco da propagação da Covid”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Igor Porto.

Quem esteve na fila da Caixa não teve que passar por horas de espera para ser atendido, como o ajudante de produção Airton Tavares, de 53 anos, que em poucos minutos pôde dar entrada no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.
“Quem veio sacar o auxílio não prejudicou o atendimento de pessoas que buscavam outros serviços. Fiquei menos de 30 minutos na fila. Não esperava ver tanta organização e rapidez”, contou o morador do bairro Nova América.

Neste domingo (31), a Prefeitura de Nova Iguaçu prorrogou por mais três a restrição de acesso ao Calçadão. Estão montadas 13 barreiras sanitárias nas imediações da região, um dos maiores polos comerciais do estado, mas somente em quatro delas é permitida a entrada e saída de pessoas que comprovarem trabalharem ou estarem indo em estabelecimentos considerados essenciais. O uso da máscara é recomendado.

Essa ação vem sendo adotada desde o dia 11 de maio, e faz parte de um conjunto de medidas adotadas pelo governo municipal no combate à pandemia da Covid-19.
O controle de acesso é feito por agentes da Secretaria Municipal de Segurança Pública, com apoio da Guarda Ambiental Municipal, Segurança Presente e Polícia Militar. A restrição parcial acontece de segunda-feira a sábado, entre 5h30 às 18h. O trânsito também está proibido nas ruas no entorno do Calçadão.