Projeto leva crianças ao Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu

A semana começou de um jeito diferente para cerca de 25 alunos da Escola Municipal Heitor Dantas, de Nova Iguaçu. Nesta segunda-feira (9), estudantes do 5º ano deixaram a sala de aula para ter um aprendizado diferente, ao ar livre. Através do projeto ‘Aprendendo e Preservando’, promovido por uma parceria entre as secretarias municipais de Educação (SEMED) e de Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMADETUR), eles tiveram, na prática, ensinamentos sobre preservação ambiental durante visita ao Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu, o Parque do Vulcão.

O passeio foi guiado por guardas ambientais municipais e durou cerca de três horas e meia. Os estudantes caminharam pelas trilhas, conheceram a fauna e flora locais e puderam contemplar cachoeiras e poços naturais. Uma das mais entusiasmadas era Fernanda Vitória Duarte dos Santos. “Eu já tinha ouvido falar no parque, mas nunca tinha vindo aqui. É muito mais bonito do que nas fotos que eu vi”, disse a menina de 11 anos, que já planeja voltar à unidade de conservação. “Hoje não deu pra tomar banho de cachoeira, mas quero vir aqui com meus pais e meu irmão para a gente se divertir”.

O passeio não foi especial somente para os alunos. Alessandra do Espírito Santo da Silva, professora do 5º ano da E. M. Heitor Dantas, também não conhecia o parque. “É minha primeira vez aqui e está sendo uma experiência maravilhosa. As crianças gostaram muito do passeio e certamente vão estar mais animadas em sala de aula, pois vão querer compartilhar com os amigos tudo o que viram no parque”, disse a professora.

Esta é a quarta escola que participa do projeto ‘Aprendendo e Preservando’. Neste primeiro momento estão sendo levados ao passeio os alunos das unidades que fazem parte da chamada zona de amortecimento do parque, ou seja, aquelas mais próximas ao local. “Neste primeiro momento o projeto vai atender a 17 escolas. Futuramente, a ideia é ampliar para toda a rede municipal”, revela Marcela Diniz, coordenadora de Educação Ambiental da SEMADETUR.

“A ideia é falar sobre educação ambiental dentro de uma unidade de conservação. As escolas trabalham previamente o tema em sala de aula, explicam o que é o parque e sua importância. Então as crianças chegam aqui com a curiosidade aguçada e um desejo grande de aprender”, explica Kátia Vanessa Araújo dos Santos Barros, integrante do setor de projetos da SEMED.

Responsável por guiar os estudantes durante o passeio, o guarda ambiental municipal Ricardo dos Santos Prata acredita que a educação dentro da sala de aula aliada ao passeio é fundamental para a conscientização das crianças sobre a importância de proteger o meio ambiente.

“Apresentamos aqui a importância da preservação para que haja uma contribuição deles futuramente, e que eles levem este conhecimento aos seus pais. Esta é a melhor forma de ensinar sobre preservação ambiental. Aqui eles entendem na prática a importância de cuidar da natureza”, afirma o guarda ambiental.