Prorrogadas inscrições para monitores do + Casas da Inovação

O prazo para inscrições de bolsistas para atuar no projeto + Casas da Inovação, da Prefeitura de Nova Iguaçu, foi prorrogado até o dia 16 de julho. São 78 vagas distribuídas entre monitores para os cursos de Tecnologia, Youtuber, Projetos de Inovação, Arte e Cultura, e para auxiliar pedagógico/administrativo. Podem se candidatar alunos matriculados em cursos de graduação das faculdades da Baixada Fluminense.

As inscrições devem ser feitas pelo site: http://www.portal.ufrrj.br/proext-abre-processo-seletivo-para-bolsistas-atuarem-no-casas-da-inovacao/. Mas a documentação necessária para inscrição, a partir de agora, poderá ser enviada também pelo e-mail: editais.proext.2019@gmail.com.  A carga horária de trabalho para os universitários selecionados será de 20 horas semanais. O valor da bolsa é de R$ 400 por mês, pelo prazo de seis meses com possibilidade de prorrogação por mais seis. São 50 vagas para bolsista de graduação na área tecnológica, 10 para a área administrativa e pedagógica, 8 para audiovisual e 10 para Inovação, arte e cultura.

O projeto + Casas da Inovação é uma parceria da Secretaria Municipal de Assuntos Estratégicos, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEMACTI) e a Pró- Reitoria de Extensão da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PROEXT). O objetivo é Implantar 10 novas Casas da Inovação no município. A Casa da Inovação é um centro de formação de habilidades digitais com ações que visam o combate às desigualdades tecnológicas através da inserção de crianças, jovens, adultos, terceira idade, pessoas com deficiência e demais cidadãos iguaçuanos nas tendências do futuro mercado de trabalho, bem como na usabilidade das competências digitais no dia a dia.

“Estamos construindo o ecossistema da Inovação em Nova Iguaçu: Governo, Universidade e Sociedade. É muito orgulho estar ao lado de quem dedicou uma vida na luta para construir a pesquisa brasileira de ponta. A nossa parceria com a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e o CEFET está só começando. Ainda que de forma pontual, estamos construindo um Projeto para o Brasil”, afirma o secretário de Assuntos Estratégicos, Ciência, Tecnologia e Inovação de Nova Iguaçu, Alex Castellar.