Órgãos da Prefeitura aderem à coleta seletiva

Depois da Procuradoria Geral do Município (PGM), mais um órgão da Prefeitura de Nova Iguaçu vai instituir a coleta seletiva de resíduos. A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) publicou, nesta semana, resolução que implementa a separação do lixo gerado em suas instalações. O recolhimento do material reciclável será feito por cooperativas e associações de catadores que serão selecionadas através de chamamento público que está sendo realizado pela PGM.

Quatro entidades, no máximo, serão credenciadas para recolher os resíduos sólidos recicláveis (papel, plástico e metal), tanto na PGM quanto na SEMAS. Caso o número de interessadas seja maior, um sorteio irá definir as habilitadas. A inscrição deve ser feita até 20 de fevereiro no protocolo da PGM, na Rua Athaíde Pimenta de Morais, 335, Centro.

Responsável pela Cooperativa de Reciclagem Vitória, no Centro de Nova Iguaçu, Maria Francisca de Paula Ferreira vê com bons olhos a possibilidade de uma parceria entre os trabalhadores da coleta seletiva e órgãos da prefeitura. “A proposta é excelente. Precisamos de alguém que nos estenda a mão e dê trabalho, para ajudar a aumentar nossa renda. Atualmente nós recolhemos o lixo depositado no Ecoponto criado pela SEMADETUR (Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo), na Rua Bernardino de Melo. Mas ainda é pouco. Seria ótimo se cada vez mais órgãos tivessem esta iniciativa”, sugere dona Maria, de 65 anos.

Para que possam concorrer ao credenciamento, as associações e cooperativas devem preencher os seguintes requisitos: serem formal e exclusivamente constituídas por catadores de materiais recicláveis que tenham a catação como única fonte de renda, não possuir fins lucrativos, contar com infraestrutura para a realização da triagem e classificação dos resíduos recicláveis descartados e apresentarem sistema de rateio entre os associados e cooperativados.

PGM implantou sistema ainda em 2018

A coleta seletiva foi implementada na Procuradoria Geral do Município no segundo semestre do ano passado. Durante seis meses a Cooperativa Popular de Trabalho e Reciclagem Amigos Recicladores LTDA – COOPAR recolheu todo o lixo produzido pelo órgão, sendo a maior parte composta por papel e papelão. Com a ação conjunta entre PGM e SEMAS, o volume de material coletado será ainda maior.

O resultado da classificação será publicado em Diário Oficial e divulgado na página da Procuradoria Geral do Município no site da Prefeitura de Nova Iguaçu (http://www.novaiguacu.rj.gov.br/pgm/).