Mutirão de serviços sociais e de saúde oferecidos aos moradores do Maria Pitella

“Tenho três casos de câncer de mama na família. Então liguei o sinal de alerta, ainda mais que não faço este exame há dez anos”. A preocupação com a saúde levou a acompanhante de idosos Rosimary Abigail de Araújo, de 48 anos, a procurar as tendas do ‘Prefeitura Presente’, nesta segunda-feira (8), no Condomínio José Maria Pitella, no bairro da Cerâmica, em Nova Iguaçu. Ela, que chegou antes das 7h e foi a primeira a ser atendida, conseguiu marcar o exame de mamografia e a isenção da carteira de trabalho e certidão de nascimento. O evento faz parte da programação do ‘Outubro Rosa’.

 

Quem foi ao local, ainda pôde conseguir a isenção da segunda via de casamento e óbito de outros estados, Vale Social, ID Jovem, distribuição da caderneta do idoso, reconhecimento de paternidade, cadastramento e recadastramento do Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada, testes rápidos de hepatites B e C, sífilis e HIV, além de aferição de pressão arterial e de glicemia capilar.

 

“Marquei logo este exame de mamografia para não ser pega de surpresa com esta doença que mata muitas mulheres em todo o Brasil. Como tenho casos na família, fiquei bastante assustada. Ainda consegui tirar uma nova carteira de trabalho para poder requerer meus benefícios, como décimo terceiro salário e férias. Estou dando início a uma nova etapa profissional”, afirmou Rosimary Abigail.

 

A Empresa Municipal de Limpeza Urbana (Emlurb) participou do evento com orientação de ‘descarte de lixo’, distribuição de folder sobre destinação correta dos resíduos, apresentação sobre problemas causados com despejo de forma irregular e sobre os serviços de limpeza urbana prestados pela Emlurb. Ainda teve apresentação do projeto ‘Cuidando do nosso espaço’ e fluxo do lixo, da geração até o destino final.

 

A diarista Laurinda Santana de Paulo, de 32 anos, deixou seu apartamento no bloco 13 do condomínio José Maria Pitella para fazer a pesagem do Bolsa Família e todos os exames rápidos de saúde.

“Temos um grupo no WhatsApp de moradores do Maria Pitella e informamos sobre esse evento, que está beneficiando muita gente. Enquanto resolvia meus problemas, minha filha se divertia aprendendo matemática em outra tenda. Ainda deu tempo de cuidar da saúde”, lembrou Laurinda.

A Superintendência de Vigilância Ambiental (Suvam) também marcou presença dando orientações sobre a água (Vigiágua) e com o Programa de Controle de Roedores (PCR). Agentes da Vigilância Ambiental também deram orientações e distribuíram cartilhas educativas contra o dengue, Zika e chikungunya.

 

Para a criançada se divertir e aprender sobre a matemática através de jogos, a Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (FENIG) disponibilizou o projeto Matemática na Praça.