Olimpíada da Melhor Idade reúne idosos na Vila Olímpica em disputas animadas

A 1ª Olimpíada da Melhor Idade de Nova Iguaçu, promovida pela prefeitura, reuniu cerca de 400 idosos entre 55 anos e mais de 70, na manhã deste sábado (29), na Vila Olímpica, no Centro. Entre as modalidades disputadas, estavam corrida de revezamento, bola ao cesto, chute a gol, peteca e jogos de tabuleiro como damas e dominó. Ao final, todos os atletas receberam medalha de participação. Idosos dos municípios de Mesquita e Paracambi também participaram do evento a convite da Secretaria de Esporte e Lazer da cidade.

Representando o Espaço Municipal da Terceira Idade (ESMUTI), Paulo Cezar Siqueira, de 64 anos, morador do bairro Cabuçu, foi um dos destaques na corrida de revezamento. “Que evento bacana! Já estou torcendo para promoverem a segunda edição. É importante essa integração. O sábado foi bem animado”, comemora. “O esporte está me ajudando a curtir a velhice com saúde e fazer novos amigos. Isso é importante, né?”, completa Paulo Cezar.

O objetivo dos jogos é ampliar as possibilidades de inclusão da pessoa idosa no meio familiar e social, através da prática desportiva e das manifestações da cultura, proporcionando-lhe bem estar físico, mental e social. “Nossos idosos merecem atenção, carinho e ações voltadas para o bem estar deles. Além disso, estamos promovendo uma troca de experiências muito legal e os tirando do sedentarismo”, ressalta o secretário de Esporte e Lazer, Alexandre Batista. De acordo com ele, das cerca de mil pessoas que frequentam diariamente a Vila Olímpica, 30% delas é da faixa etária que participou dos jogos.