Moradores recebem as chaves dos apartamentos do Villa Toscana

“Hoje realizei o sonho da minha vida. Vou deixar de pagar aluguel e ter minha casa própria. Só Deus sabe o tamanho da felicidade que estou sentindo”. O depoimento emocionado é da dona de casa Dayse Tavares de Souza, 55 anos. Nesta segunda-feira (9), ela foi uma das 600 pessoas que receberam da Caixa Econômica Federal as chaves dos apartamentos do Condomínio Villa Toscana, em Cabuçu.

O empreendimento do Programa Minha Casa Minha Vida é dividido em quatro condomínios (Maranhão, Ceará, Alagoas e Bahia), que somados chegam a 1.140 apartamentos compostos por sala, cozinha, banheiro e dois quartos distribuídos em uma área de 43 metros quadrados. Os condomínios contam com infraestrutura que inclui área de lazer com parque para as crianças, quadra esportiva e salão de festas, além de guarita. Trinta e quatro apartamentos são destinados à pessoas com deficiência.

Dayse vive em uma casa no Centro de Nova Iguaçu, atrás do cemitério municipal, onde paga aluguel de R$ 500. Agora, ela poderá desfrutar de um apartamento próprio pagando um valor mensal bem mais baixo. “Vou pagar R$ 80 de prestação e mais R$ 90 de taxa de condomínio para viver com segurança. Isso não tem preço”, comemora.

Quem também celebrou a conquista da casa própria foi o casal Moisés Santos Batista e Lélia Cristina Nunes. Moradores do Conjunto da Marinha, em Ouro Preto, eles dividiam a casa com a filha Bruna Cristina e o netinho. Agora, Moisés e Lélia vão viver na Villa Toscana e terão a companhia da filha e do neto, mas de uma forma diferente. “Vamos ficar em um apartamento e eles em outro. Vai ficar mais espaçoso e confortável para todos”, comemorou Lélia, que é dona de casa. “Aqui a localização é boa, tem condução para Nova Iguaçu. Também gostei da quadra. Vou poder brincar de bola com meu neto”, complementou Moisés, que está desempregado há quatro anos.

Nesta segunda-feira foram entregues 300 apartamentos do condomínio Maranhão e outros 300 do Ceará. Na quarta (11), serão entregues as chaves das 300 unidades do condomínio Alagoas e 240 do Bahia.