Nova Iguaçu ganha prêmio de Gestão Previdenciária

Um dos prêmios mais importantes de gestão previdenciária do Brasil foi conquistado este ano pelo município de Nova Iguaçu, na 9° edição do Prêmio Anaprem de Boas Práticas Previdenciárias. A cidade foi a única do Estado do Rio de Janeiro a cumprir as exigências da Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios, ficando em primeiro lugar a frente de cidades como Porto Alegre (RS), Recife (PE), entre outras. No ano passado, Nova Iguaçu ficou entre as 10 primeiras cidades brasileiras no ranking. A cerimônia de premiação aconteceu nesta quinta-feira (21), em Florianópolis, durante o Congresso Nacional de Previdência dos Servidores Públicos (Conapresp). Além do Instituto de Previdência de Nova Iguaçu (Previni) receber o prêmio, o prefeito da cidade, Rogerio Lisboa, recebeu uma placa de reconhecimento pela sua gestão.

O prêmio é concedido às cidades que cumprem com as exigências através do Instituto de Previdência. Para participar era necessário que os municípios alcançassem pontuação nos mais de 40 critérios exigidos pela Anaprem, que envolvem itens como transparência, equidade, ética e responsabilidade social e coorporativa, além da apresentação da Certidão de Regularidade da Previdência (CRP), que funciona como um Serviço de Proteção ao Crédito do poder legislativo, entre outros.

“A conquista deste prêmio é um reconhecimento para o município. Na edição anterior foram avaliados critérios também o ano de 2016, que na gestão passada, não conseguiu cumprir todas as exigências. Neste ano, a avaliação foi somente da atual gestão (2017/2018). É um trabalho em conjunto entre o Previni e o poder legislativo para que boas práticas de gestão previdência sejam bem administradas e executadas”, garantiu Jorge Mussauer, diretor presidente do Instituto de Previdência de Nova Iguaçu.