Prefeitura aproveita o Dia D contra Influenza para atualizar caderneta de vacinação e promover a pesagem de beneficiários do Bolsa Família

Milhares de pessoas procuraram as unidades de saúde de Nova Iguaçu no sábado (12), Dia de D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o vírus da gripe. A mobilização teve início no dia 24 de abril e tem como objetivo vacinar pouco mais de 160 mil pessoas entre idosos acima dos 60 anos, crianças de seis meses a 5 anos, gestantes, mulheres puérperas (45 dias após o parto), além de trabalhadores da saúde. Somente no sábado 4.868 pessoas foram imunizadas. Além disso a prefeitura atualizou a caderneta de vacinação e promoveu a pesagem de beneficiários do Bolsa Família

Quem não perdeu tempo e esteve no Centro de Saúde Vasco Barcelos, no Centro de Nova Iguaçu, foi a servidora municipal Rita Cavacas, de 52 anos. Embora ainda não tenha atingido os 60 anos, Rita trabalha na área da saúde e buscou a imunização para proteger não só sua saúde, mas a das pessoas que atende no dia a dia.

“Vim tomar a vacina por prevenção. Gostaria de ter vindo antes, mas não pude justamente por causa de uma gripe muito forte. Em 2017, não pude ser imunizada porque tive vários processos de gripe, um atrás do outro. E não pode tomar a vacina quando se está gripado”, explica Rita.

Durante todo período da campanha, que vai até 1º de junho, também devem se vacinar portadores de doenças crônicas não transmissíveis, professores da rede pública e particular, além, funcionários do sistema carcerário, povos indígenas e toda população privada de liberdade.

“A Influenza é uma infecção viral, transmitia através do tossir, falar, respirar ou contato indireto, através das mãos contaminadas. A vacina é a melhor forma de prevenção. É mais uma grande mobilização preventiva que Nova Iguaçu realiza para ampliar o cinturão de bloqueio contra doenças virais”, garante o secretário municipal de Saúde da cidade, Hildoberto Carneiro.

Até o fim da campanha, mais de 60 pontos de vacinação de Nova Iguaçu estarão disponibilizando a vacina, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Unidades também fazem pesagem do Bolsa Família

Beneficiários do Bolsa Família que procuraram a imunização contra a gripe também puderam participar do Dia P da Pesagem, que consiste na verificação do peso e da altura os usuários do programa. A iniciativa, que é de caráter obrigatório para a garantia auxílio, tem como objetivo facilitar o acompanhamento do estado nutricional e incentivar o acompanhamento da condicionalidade de saúde de quem conta com o benefício.

E quem aproveitou a oportunidade e resolveu dois problemas em uma única viagem foi a dona de casa Camila Alessandra dos Santos, 19 anos. Moradora do Caonze, ela esteve na Clínica da Família Padre Manoel Monteiro, no mesmo bairro, para imunizar o filho Davi Lucas, de 1 ano e três meses, e também fazer a pesagem.

“Estou sem trabalho e tenho meu filho para criar. Então nem posso pensar em perder o auxílio do Bolsa Família. Por isso é importante fazer o acompanhamento”, alertou a jovem.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, a pesagem – uma exigência do Governo Federal, cuja frequência deve ser de seis em seis meses – é realizada em crianças de 0 a 6 anos, gestantes e mulheres entre 14 e 44 anos. Para participar, basta comparecer a uma das unidades e apresentar o cartão do Programa Bolsa Família, documento de identificação com foto, cartão de vacinação das crianças e cartão de gestante, se for o caso.